NOTA DE ESCLARECIMENTO

No período que antecedeu as convenções, o Blog evitou fazer qualquer tipo de especulação, procurando garantir a notícia de forma imparcial.

A FOLHA DA MANHÃ AGORA QUER MANDAR NO PT DE CAMPOS

A Folha da Manhã agora está querendo se aproveitar de eventuais divergências dentro do PT em Campos para tumultuar a convenção do partido.

PORQUE A PROFESSORA BEATRIZ DINIZ NÃO CONTINUOU VICE DO FILHO?

O resultado preliminar da convenção do PPS, que atualmente abriga a candidatura do Vereador Rafael Diniz à prefeitura de Campos, traz ao debate uma questão polêmica...

RIVALIDADE NA ELEIÇÃO DE CAMPOS: ILSAN VIANNA OU EDILENE VIANNA

Quem diria que a toda poderosa Ilsan Vianna, ex-primeira dama de Campos e ex vereadora, a essa altura teria que enfrentar sua rival...

O DRAMA QUE PASSAM OS SERVIDORES INATIVOS DO ESTADO É GRAVE

Evidente a crise que atinge a economia do Estado do Rio de Janeiro. Ao que parece, é uma das mais dramáticas do país.

A FOLHA DA MANHÃ AGORA QUER MANDAR NO PT DE CAMPOS


A Folha da Manhã agora está querendo se aproveitar de eventuais divergências dentro do PT em Campos para tumultuar a convenção do partido. Pelo que se sabe, ao longo dos anos que a Folha fez foi ofender o PT e seus membros de Campos quando lhe foi conveniente. 

Nos últimos meses a Folha vem promovendo falsos petistas, ou seja, aqueles que usaram a legenda e hoje vivem em outros partidos fazendo baldeação e se intrometendo na legenda. A prova disso é que a Folha centrou fogo contra a candidatura do sindicalista Hélio Anomal. As pessoas podem até discordar de Anomal, mas dentro do partido sempre manteve uma postura coerente com a sua legenda e com os seus companheiros de partido local.

A desidratação de candidaturas, como é o caso de Rafael e Caio Vianna, é normal. Faz parte do processo. A prova disso é que são muitos candidatos à prefeitura, mas o povo tem o direito e dever de escolher um só para dirigir a cidade nos próximos 4 anos. Logo, muita gente fica na largada. É uma eleição diferente, onde o palácio Guanabara não tem força para manter candidaturas sem uma estrutura como aquela montada por Eduardo Cunha. Poucos são os que tem algum capital eleitoral nesta disputa. A eleição para prefeito e  vereador de outubro próximo não se ganha dentro de casas noturnas com cardápios caros e dando entrevistas a jornais desacreditados, sem  uma maior aproximação com o povo e com os seus problemas. Política foi feita para políticos. Pelo menos é o que estamos vendo até agora.

PORQUE A PROFESSORA BEATRIZ DINIZ NÃO CONTINUOU VICE DO FILHO?


O resultado preliminar da convenção do PPS, que atualmente abriga a candidatura do Vereador Rafael Diniz à prefeitura de Campos, traz ao debate uma questão polêmica: por que a sua mãe, a professora Beatriz Diniz, deixou a chapa do seu filho, embora indicada na convenção? 

Pelo que se sabe a professora Beatriz é filha do ex-prefeito Zezé Barbosa, tendo sido secretária de educação do município, estando a sua saída da chapa a gerar uma certa especulação no debate político, embora tal fato não tenha sido suficientemente explorado pela mídia local. 

Há quem sustente que a atual vice de Rafael Diniz também deverá ser substituída pelo ex-prefeito Sérgio Mendes, que seria uma exigência da atual diretoria da Folha da Manhã.  

Agora é aguardar as cenas dos próximos capítulos em relação ao PPS local e o vereador Rafael Diniz.

RIVALIDADE NA ELEIÇÃO DE CAMPOS: ILSAN VIANNA OU EDILENE VIANNA


Quem diria que a toda poderosa Ilsan Vianna, ex-primeira dama de Campos e ex vereadora, a essa altura teria que enfrentar sua rival, que é a atual esposa do ex-prefeito Arnaldo Vianna. 

Trata-se de Edilene Vianna, que foi indicada por Arnaldo Vianna para apoiar a candidatura de Geraldo Pudim na Convenção. Pudim deverá concorrer com Caio Vianna, que é filho de Ilsan e Arnaldo. 

A disputa interna está sendo emocionante. Ilsan alega que ganhou o primeiro round e já tirou Edilene da vice de Pudim. E que, se Edilene e Arnaldo insistirem, ela poderá ser vice de Caio Vianna, e com isso debater diretamente com a rival, frente a frente. Neste caso a cidade vai conseguir saber quem é quem. 

Por incrível que pareça, o debate de Ilsan e Edilene deverá ser um dos pontos altos da campanha, e as duas rivais deverão tomar grande espaço do debate pela prefeitura de Campos. 

Nesse ponto, parece que quem tem mais a perder é Arnaldo Vianna. Ainda que inelegível ele foi prefeito da cidade e deputado por várias eleições, e a decepção pode ser tripla, ou seja, no judiciário, nas urnas e na parte pessoal. 

NOTA DE ESCLARECIMENTO


No período que antecedeu as convenções, o Blog evitou fazer qualquer tipo de especulação, procurando garantir a notícia de forma imparcial.

Como este blogueiro não é dono de partido político, agora voltará a fazer as postagens também envolvendo as candidaturas de Campos e da Região.

Detalhe: Até quem eventualmente se sentir ofendido ou pretender a retificação, basta fazer o contato com o blogueiro e a legislação eleitoral será sempre cumprida, independente de postulação frente à justiça eleitoral. O nosso objetivo é enriquecer o debate, mantendo sempre que possível o "princípio da paridade de armas" (direito ao contraditório, igualdade de tratamento entre as partes), inclusive no que se refere à informação e opinião.

MARCÃO DELIRANDO


O vereador Marcão e a Folha da Manhã estão delirando. O vereador diz que está havendo compra de votos através do cheque cidadão. Como? Se o grupo do ex-governador Garotinho sequer tem candidato. Essa afirmação é mais que um delírio dos dois

O mais grave de tudo é que essa é a verdadeira calúnia, porque a compra de votos é crime. Marcão sabe disso porque ele ainda é praticamente do PT.

VAI PRESCREVER, CAMARÃO!


É Camarão? Aqueles documentos que você tem guardados podem estar com os dias contados.

É que crime ou crimes vão aí prescrever e  a turma está fazendo as contas do prazo.

Claro que se você apresentar  os documentos em São João da Barra, a história não será a mesma.

O pior é que muitas pessoas tem a cópia dos documentos,  cujo original, segundo fontes, está com o ex-vereador. Por que acham que até hoje ele é respeitado na cidade?  É bem provável que  exista divergência contra vereador, mas ninguém é capaz de duvidar de sua coragem. 

Vai prescrever, Camarão!

A CHAPA QUENTE DA FOLHA DA MANHÃ


Michel Temer para presidente, apoio ao afastamento da Presidenta Dilma. Jorge Picciani para o Governo do Estado e João Peixoto para Prefeito de Campos.

A Folha acredita ainda na força do ex-governador Moreira Franco. Quando foi governador a direção da Folha se orgulhava de ter aproximação com Moreira, à época.

Essa foi sempre a posição da elite da cidade. Resta saber se os patrocinadores do Jornal irão querer se  vincular  à configuração de uma aventura que também é chamada de golpe. Algo parecido com os integralistas, também conhecidos como os “camisas verdes”, quando Getúlio Vargas foi Presidente.

Aqueles que tem uma empresa e um nome a zelar estão pensando muito nesse oba-oba montado pela Folha, que leva junto com ela Águas do Paraíba, o empresário Renato Abreu, Faculdade Redentor, Mário Antônio Bittencourt dentre outros nomes desavisados.

Suas marcas vão estar na vitrine da Folha. O pior é que pode dar errado.

QUEM REPRESENTA EDUARDO CUNHA NO PR?


No programa “Entrevista Coletiva”, no dia 07 de Maio, o ex-governador Garotinho revelou que existem soldados de Eduardo Cunha dentro do PR. É muito provável que o nome ou os nomes sejam revelados brevemente, porque quem conhece o Garotinho sabe que ele vai falar. A conversa é a resposta de uma caderneta do ex-presidente da Câmara Federal. 

Aí fica a pergunta: Quem representa Eduardo Cunha no PR? 

Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos. Todo mundo quer saber.

A FEIJOADA DE RAFAEL DINIZ COM O NOME DA FOLHA


Foto montagem
Utilizando o nome da Folha da Manhã, o vereador Rafael Diniz  está distribuindo convites e camisas  para a Feijoada que na verdade é Campanha política antecipada.

Ainda: a feijoada teria patrocinadores da região, incluindo a AMBEV e o tio da esposa de Rafael, o empreiteiro Cristiano da Sinal (Rio das Ostras).

O evento é boca livre e ainda vai contar com shows.

Esse será o pontapé inicial pra campanha de Rafael Diniz a sucessão da Prefeita Rosinha. Além da mesa farta o dia inteiro, o convidado  têm direito a  ficar na mídia até a eleição dedicando o apoio ao vereador para prefeito da cidade, com as bajulações “com certeza”.

Resta saber se combinaram isso com o Ministério Público e com a Justiça Eleitoral local.

A questão  é grave e deve  ser submetida  à apreciação das autoridades.

O evento original era feito no fim de Março e princípio de Abril. Para fazer a campanha, Rafael altera a data para o dia  05 de Junho. É que as eleições com as novas regras impõe aos candidatos a limitações durante o processo que se iniciou em  1º de Janeiro.

Parece que esqueceram de combinar  com a Justiça Eleitoral e com o próprio calendário eleitoral.

ADVOGADO DO MST, ASSESSOR DA SUPERINTENDÊNCIA DE JUSTIÇA DO MUNICÍPIO, OCUPA O TEATRO DE BOLSO EM CAMPOS


O advogado do MST, Alexis Wallace Sardinha, que também exerce a função de assessor técnico na Superintendência de Justiça do Município, realmente desistiu de invadir as propriedades rurais com o MST. Essa é uma baixa no Exército Vermelho de Dilma. 

Agora o rapaz decidiu invadir o Teatro de Bolso em Campos para dar notoriedade a campanha do vereador Rafael Diniz, que é do PPS e neto de Zezé Barbosa, o prefeito que derrubou o Teatro Trianon em Campos. No caso, o advogado trocou o campo pelo teatro para a invasão. Não sabia que ele também era artista. O que deixa o caso ainda meio sem resposta é que a costureira Lívia Amorim também consta na relação dos invasores do Teatro de Bolso. Sardinha é a prova inequívoca de que o PT em Campos realmente acabou ao admitir que seus filiados se aliassem aos golpistas de plantão que é do partido de Rafael.  

Claro que eu ia me esquecendo que o advogado está impedido de atuar contra o município, já que recebe dos cofres públicos, em razão do cargo que ocupa na administração pública municipal. Com a palavra o procurador geral do município e o secretário de Alexis para as providências cabíveis. Até porque o último ato noticia que ele estaria lotado no FUNDECAM  (vide portaria  0062/2014).

Atualizado/corrigido: 19 de maio de 2016 - 15:33hs.

WILSON CARLOS: “O CARA” DO GOVERNO CABRAL


As delações dos executivos da Andrade Gutierrez ao Ministério Público revelam que o então secretário particular do ex-governador Sérgio Cabral era o que  se pode dizer “o homem da mala”.

Aqui por Campos ele manteve contatos estreitos com empresários, principalmente do ramo da comunicação.

Com a quebra de sigilo telefônico do secretário particular de Cabral que resolvia aqueles “problemas”, é provável que os que levaram vantagens indevidas preparem o estoque de Rivotril para os próximos meses.

Esse caso promete muitas emoções. Para ser conferido o teor do verdadeiro vespeiro, basta clicar abaixo para ver a reportagem do Jornal Nacional do último dia 13 de Maio.

Claro que não foi divulgado ainda o teor completo das delações. Há quem sustente que a Globo está amenizando na divulgação para não botar mais lenha na fogueira.

E aí  fica uma  pergunta: Para quem Wilson Carlos repassou dinheiro em Campos? Está chegando a hora!

NEGÓCIO DA CHINA NO SHOPPING AVENIDA 28


Quando imaginamos que já  vimos de tudo em relação ao Shopping Avenida 28, observamos que ainda  falta muito.

O maior escândalo já visto é que apareceu um anúncio de uma loja na OLX, sendo vendida no citado empreendimento empresarial com 150 metros quadrados com um detalhe: não tem condomínio a ser pago. É por isso que os lojistas estão correndo do empreendimento que até hoje não tem sequer escritura. Uma obra clandestina que a cidade convive sem maiores constrangimentos, pelo simples fato de  que as pessoas tem medo da vingança dos atuais proprietários da Folha da Manhã, proprietária  do maior número de lojas e do estacionamento.

Todos aqueles que fazem ensaio a levantar a voz recebem aqueles “conselhos”. 

Será que ninguém vai abrir a caixa-preta das contas do Condomínio do Shopping Avenida 28 de Março?

AS GRAVAÇÕES DA 'LOIRA MISTERIOSA' DO PORTO DO AÇU


Parte das gravações da misteriosa “loira do Porto do Açu” foram veiculadas pela Rádio Diário FM 100.7 de Campos nos programas “Entrevista Coletiva” do último sábado, dia 07 de maio, e na segunda  no programa  “Fim de Tarde”, apresentados pelos jornalistas Carlos Cunha e Roberto Barbosa respectivamente.

As revelações da jovem senhora estão deixando seus aliados sem sossego.

O envolvimento é tão grande que um fica esperando pelo outro. Eu já vi esse filme em outro lugar.

A primeira questão que deve ser esclarecida, principalmente para os leitores do blog  fora do Brasil, é que a mídia  corporativa no país sobrevive  muitas vezes de organizações criminosas que atacam os cofres do governo de forma desalmada.

São aproximadamente  nove famílias que escondem  as notícias em  troca de polpudas verbas publicitárias do poder público e daquelas  empresas que utilizam da mesma prática da blindagem.

Resumindo: o verbo é a verba. Um paga e o outro fica calado. Essa é a regra.

A segunda parte  são as perguntas quanto à identidade da loira misteriosa do Porto. Esse expediente é muito utilizado para desqualificar as provas. O nome da testemunha  não deve ter essa relevância  toda. A  notícia é que  deve ser privilegiada,  com a  menor  exposição possível da testemunha.

Mas o que chama atenção nos trechos da gravação é a segurança e a desenvoltura com que  a testemunha fala de milhões e dos valores dos contratos pelos quais ela é responsável no Porto.

Um dos pontos altos das revelações dessa parte da gravação é o fato da testemunha afirmar a entrega de uma “remuneração” de  3  milhões  para engenheiro do Porto do Açu, à época sob o comando de Tarcísio Costa Lima.

Complicadas as operações. No passado uma testemunha levou um tempo enorme falando dos contratos da Petrobrás. Ninguém deu atenção e deu no que deu.

Não se pode perder de vista que essa  corrupção envolvia apenas o pessoal do transporte  de  pedras para  o Porto, conhecido como máfia da pedra.

É possível que esteja  ocorrendo a mesma modalidade de  operação em outros setores, como é o caso das empresas de fachada  de  política  de São João de Barra.

Diferente da Concremat em relação aos valores  dos cachês dos políticos de Brasília e de São João da Barra. Do caranguejo à sardinha.

Não deve ficar esquecido que consta da gravação os laços entre a testemunha com o empresário Eike Batista, o criador do Porto do Açu e do “Império X” - segundo o que ela afirma de forma clara e segura.

De tudo isso, deve ter ficado claro que não foi priorizado qualquer   evento de natureza íntima das partes dentro da notícia por ora divulgada. Por isso seguem abaixo os  trechos das denúncias que já foram veiculadas.

Parte 1:



Parte 2:





ARI PESSANHA PODE REALMENTE SER CANDIDATO EM SÃO JOÃO DA BARRA


Foto montagem
A candidatura do empresário Ari Pessanha a Prefeitura São João da Barra já estaria sendo costurada por um importante intermediador. O personagem tem bom acesso com Neco e com Carla Machado. Caso a justiça venha a impedir as duas candidaturas, a saída seria a do empresário Ari Pessanha. 

Ari, além de ser empresário, é muito querido na cidade de São João da Barra e na Baixada, nas áreas de fronteira entre Campos e a cidade de Narcisa Amália, além de não ter desgaste, porque ele não tem processo na Justiça. A hora está chegando. 

AMBULÂNCIA E MOTORISTA: 40 MIL POR MÊS NO PORTO DO AÇU


Imagem meramente ilustrativa
Para quem acha que  já viu de tudo na política de São João da Barra, surge mais uma: o vereador Ronaldo da Saúde,  através de seu irmão, alugou uma ambulância com motorista por 40 mil reais por mês para a Prumo (leia-se Porto do Açu).

Se continuar desse jeito, não há dinheiro que  suporte a construção desse Porto.

A cada  dia temos uma novidade e sempre mais um sabido sendo privilegiado com essas negociatas.

Esse vereador Ronaldo da Saúde é também um homem de muita sorte.

O pessoal do Porto, diante do noticiário, sustenta que o dinheiro do Porto é privado e que não tem obediência a dar às autoridades constituídas. Tudo seria muito bom e certo se os recursos não tivessem vindo do BNDES e dos fundos de pensão.

Estou querendo conhecer essa mágica de fazer negócio  privado com dinheiro público. Coisas da República do Leblon. 
Proxima  → Página inicial